Aerocast 24 – Histórias de Aeroporto 2

10

No vigésimo quarto episódio do Aerocast, Toledano, Thiago Lúcio , Lucas Conrado e Jair Machado contam pela segunda vez suas histórias de aeroporto, tem o namorado terrorista, tem gente que quase foi presa (de novo!), tem derrotas pessoais e muito mais, ouve ai! 🙂


Comentado no programa

Comentado no email

banner-camisetas1-aem-jpg-728x90

Feed do Aerocast

Aprenda a assinar nosso feed. É muito simples!

Feed – Adicione ao iTunes! CLIQUE AQUI.

Feed – http://www.aerocast.com.br/feed/podcast

Contato

Deixe uma mensagem com sua opinião! Pode ser boa ou ruim, o importante é não ficar calado. Lemos todos os e-mails e comentários sem exceção!

contato@aerocast.com.br ou clique aqui.

  • Anna

    Olá! Acabei de ouvir o programa! Vamos por partes…

    Anna de Giovanna: isso é resultado de inúmeros desentendimentos que tive ao decorrer da minha vidinha devido a escrita e pronúncia de meu nome. Além de grafias terrivelmente erradas, o fato do diálogo “É Anna, então?” ser tão recorrente me fez adotar para os meios internéticos até por ser mais fácil do que discorrer essa explicaçãozona toda aqui. 😛 E acho até mais carinhoso e feliz do que me chamarem de Giovanna Waleska (que por sinal é o meu nome-nome, é nome composto tal qual seria Maria Joana ou Pedro Henrique). 😛

    Sobre VANTs:
    1. A tecnologia é dual. Primeiramente militar, agora coexiste na esfera civil. Podemos até dizer que as V-1s são o comecinho dessa ideia; muito embora elas não pudessem ser controladas remotamente.

    2. Aliás, a definição de VANTs é qualquer tipo de aeronave que não necessita de pilotos EMBARCADOS (ênfase muito grande nos embarcados aqui) para ser tripulada. Aeromodelos são VANTs? Sim! Drones são VANTs? Também! Inclusive, drone é a denominação pela qual ficou conhecida no meio militar (e significa “zangão” pelo seu barulho característico). A FAA os denomina como UAVs (Unmanned Aerial Vehicle) mas também usa drones como sinônimo, assim como a ANAC. 😀 Resumindo: tudo a mesma coisa.
    3. Serve pra MUITA coisa além de fazer filmagem e tirar fotinha e é um assunto relevante e preocupante porque bem, eles repartem o espaço aéreo com outras aeronaves. Você precisa fazer um treinamento com seus operadores, a sua utilização requer notificação a ANAC, enfim, muita confusão, o mercado está crescendo horrores e é difícil controlá-los efetivamente. Imagina se o VANT sai da área restrita e colide com uma aeronave tripulada? Faz um estraguinho equivalente a uma ave, se não for pior. 😛

    Setembro foi puxadíssimo pra mim justamente pela entrega da minha proposta de projeto mas é bem capaz que agora me surja a disponibilidade, sim. 😉 Se pá arranjo um equipamento minimamente decente com o noivo aqui. Vamos conversando!

    Sobre o assunto do cast: quase morri com a velhinha! Coitada! Eu fico com dó porque gente, será que nenhum filho/neto/alguém se dispôs a explicar pra ela o que fazer? Acho que um aplicativo para passageiros seria legal pra ela, inclusive, hahaha. Eu já fui pensando aqui nos requisitos pra ele.

    Aliás, se o Galeão é rodoviária, pergunto a vocês: já vieram ao Santa Genovena, aeroporto que tenho vergonha de chamar de aeroporto?

    Meu maior desgraçamento em viagens de avião foi no ano passado. Eu e meu agora noivo fomos passar alguns dias na serra gaúcha com minha sogra, meu cunhado e sua ilustríssima namorada. A ida foi tranquila, mas a volta foi… Um inferno. Gramado e Porto Alegre ficam a mais de cem quilômetros de distância uma da outra, e não é todo dia – nem toda hora – que saem ônibus para o aeroporto Salgado Filho. Pois bem, o que ocorreu foi um desgraçamento sistêmico:
    – A data escolhida para a volta foi justamente no dia da semana em que o ônibus para POA saía mais tarde de Gramado e consequentemente nos dando uma janela MUITO PEQUENA para realizar os procedimentos para embarcar;
    – As passagens aéreas ficaram sob tutela exclusiva de meu cunhado;
    – Meu cunhado achou sensato não realizar o check-in antes de nos encaminharmos ao aeroporto;
    – A rodovia estava congestionadíssima, ÓBVIO;
    – Chovia bastante, o que tornava o trânsito ainda mais lento.

    É CLARO que ao chegarmos no aeroporto, nosso embarque foi negado pois não havia mais como realizar check-in, despachar as malas e nos encaminharmos para a sala de embarque. RESULTADO: minha sogra desistiu de voltar de avião pelo valor exorbitante que seria pagar novas passagens para nós cinco e voltamos de ônibus. Três dias de viagem, meuzamigo. Três dias sem ir ao banheiro pelas situações tensas, três dias sem tomar um bainho que fosse. Ainda carrego as cicatrizes emocionais dessa história. XD

    • Anna

      Caso vocês olhem e pensem um “Nemly&Nemlerey”:
      – Meu nome é Giovanna Waleska porém prefiro ser chamada de Anna pela praticidade;
      – Drone é o mesmo que VANT, é tecnologia militar que agora também civil e conversemos sobre a possibilidade de participação sim!;
      – Ainda choro em posição fetal pela burrada que meu cunhado fez em uma viagem de GYN a Gramado.

      Beijos pra vocês!

      • Anna, participa de um ep com eles! *—*

        • gabrieltoledano

          Agora todo mundo em coro: GRAVA COM A GENTE, ANNA! o/

  • Yuri Mattos

    Nossa, eu pensei que eu fosse o único que tivesse essa vontade de ficar o dia todo dentro do aeroporto!

  • Francisco Santana Junior

    kkk nunca rir tanto.

  • Francisco Santana Junior

    kkk nunca rir tanto.são pedro kkk

  • Rafael Dias (RUDS)

    Alguém me vai no Domingo Aéreo, Campo dos Afonsos – RJ, dia 18 desse mês?

    • gabrieltoledano

      Vou tentar ir, Rafael! Manda um email pra mim com seu numero pra coordenarmos o encontro caso seja possível! contato@aerocast.com.br

  • Pedro Oliveira

    HAHHAH, bem legal mesmo!